7. Não roubei, não matei ninguém, não cometi adultério, de que me devo arrepender?


Deves te arrepender de qualquer pecado que tu cometeste, e tu cometeste algum pecado diante de Deus porque não há algum justo, nem um sequer (cfr. Rom. 3:10), todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus (cfr. Rom. 3:23). Portanto mesmo que não sejas um ladrão, ou um homicida, ou um adúltero, tens sempre pecados de que te deves arrepender. Um mau pensamento é um pecado por exemplo, uma má palavra é um pecado, uma mentira não importa se tu a defines insignificante é um pecado, um desejo iníquo é um pecado, e por aí fora.

Não penses que Deus requer o arrependimento só aos ladrões, aos homicidas, aos adúlteros, ou a outros seres humanos dados a particulares pecados, porque isso não é de modo nenhum verdade. O arrependimento é ordenado por Deus a todos os homens, sem importar quanto e de que maneira pecaram. Como disse Paulo no Areópago de Atenas: "Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam; porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos" (Actos 17:30-31). Não demores, arrepende-te de todos os teus pecados e crê no Senhor Jesus Cristo para obteres a remissão dos teus pecados e a vida eterna.



Índice