1. Irmão, que mal há se como mulher crente continuo a usar brincos, pulseiras e colares e outras peças de bijutaria?


O mal há, irmã no Senhor, porque trazer estas coisas em cima para uma mulher que faz profissão de servir a Deus é proibido pela Palavra de Deus. O apóstolo Paulo de facto diz: "Quero, do mesmo modo, que as mulheres se ataviem com traje decoroso, com modéstia e pudor, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos custosos" (1 Tim. 2:9), e do mesmo modo se pronuncia o apóstolo Pedro quando diz: "O vosso adorno não seja o enfeite exterior, como as tranças dos cabelos, o uso de jóias de ouro, ou o luxo dos vestidos" (1 Ped. 3:3).

Vê, irmã, todos estes objectos de bijutaria servem para fazer a mulher atraente, sedutora e altiva, tudo coisas que tu deves evitar como filha de Deus. Queres porventura atrair os olhares dos homens sobre ti? Queres porventura ser o centro das atenções? Queres porventura ter um ar soberbo? Não creio que tu o queiras, se amas verdadeiramente o Senhor. Portanto, despe-te de todos estes inúteis ornamentos e lança-os fora. Não demores; fá-lo logo e disso terás o bem.

Lembra-te que Sara, de quem tu és filha, não se adornava com jóias porque era uma mulher que temia a Deus (cfr. 1 Ped. 3:5).

 

 

Índice