12. Num domingo do mês passado estava junto com a filha do pastor e outras duas pessoas na escola dominical e o tema era o matrimónio e, por conseguinte, a formação de uma nova família. A filha do pastor disse que não está dito que o casal deva ter muitos filhos, porque se devem tomar em consideração muitos factores. No momento não me vinham à mente versículos que pudessem de algum modo contrastar esta sua opinião (anteponho que a minha ideia a respeito disto é que é Deus a decidir quantos filhos um casal cristão deverá ter e não o homem e a mulher). Deste seu discurso tirei duas conclusões: 1) que também o casal cristão pode fazer uso de métodos anticoncepcionais para não ter filhos; 2) como está escrito nas cartas de Paulo em 1 Coríntios 7:5, pode-se escolher a abstinência (mas julgo que também isto no fim torna-se um método para não ter filhos e não seja usado para a oração...). Creio ter expresso as minhas dúvidas a respeito.



Fico contente em ouvir-te dizer que deve ser Deus a decidir quantos filhos dar ao casal. Não tenhas dúvidas algumas a respeito disso, a Escritura é clara a tal respeito. Crescei e multiplicai-vos, disse Deus ao homem e à mulher; e a mulher será salva dando à luz filhos se perseverar na fé, no amor e na santificação com modéstia, diz Paulo a Timóteo. E depois sabe que os filhos são uma bênção para o casal, o nascimento de um filho representa sempre um grande e feliz evento numa família, e a mulher ao pôr no mundo filhos se sente profundamente satisfeita. Quando consideras que o homem e a mulher são instrumentos nas mãos de Deus para fazer vir ao mundo novas criaturas que antes não existiam, como se pode procurar impedir a concepção? Não achas que se trata de uma grande oportunidade e de um maravilhoso privilégio que homem e mulher receberam de Deus? Coisas que infelizmente como tu sabes nem todos os casais têm porque um dos dois ou ambos são estéreis. A passagem por ti citada da carta aos Coríntios, permite sim a abstinência sexual entre marido e mulher por um certo tempo, mas só a fim de se aplicarem à oração e ao jejum, mas não para impedir que a mulher fique grávida!!! Maneja bem a palavra da verdade, e te acharás sempre bem.

A graça do nosso Senhor seja contigo 

 

 

Índice