3. No que diz respeito a música. Ouvir uma canção ou cantar uma canção que fala de amor pode ser errado, falo de canções limpas que exaltam a autenticidade do amor entre duas pessoas, como canções antigas de cantores tipo Domenico Modugno etc?


Escuta, eu julgo errado tanto pormo-nos a ouvir como pormo-nos a cantar as canções de Domenico Modugno ou de qualquer outro cantor do mundo, mesmo se estas exaltam a autenticidade do amor entre duas pessoas, como tu dizes. A razão? Porque são de pessoas do mundo, portanto de pessoas que estão nas trevas, debaixo do poder do diabo. Todo o mundo jaz no maligno, diz o apóstolo João (cfr. 1 João 5:19), pelo que também as canções mundanas estão entre as coisas que jazem no maligno. E como nós não devemos amar o mundo nem o que há no mundo (1 João 2:15), não devemos também nos pôr a amar estas canções, não importa quanto inócuas e verdadeiras possam parecer. A Escritura diz-nos para não olhar à aparência; atenção pois às palavras tão melódicas e penetrantes destas canções. E depois, lembra-te que o diabo para fazer brecha em nós por vezes começa a usar-se de pequenas coisas para depois fazer entrar as grandes ou, seja como for, muitas outras coisas que não agradam a Deus. Dou-te um exemplo. Há crentes a quem agrada muito as canções de Massimo Ranieri, e de Massimo Morandi, para citar-te dois cantores 'um pouco antigos'; primeiro se limitavam a ouvir as suas canções, depois começaram a comprar os seus posters, as revistas musicais onde se fala deles, depois ainda se puseram a ir aos seus concertos gastando muito tempo e dinheiro, e depois começaram a falar deles aos seus familiares, parentes, etc para dá-los a conhecer. Para terminar, estes cantores se tornaram ídolos, para eles. Isto nos ensina - ainda uma vez - que um pouco de fermento faz levedar toda a massa (1 Cor . 5:6); cuida bem que não é preciso muito fermento para fazer levedar a massa, mas basta um pouco dele. Como é preciso pouca estultícia para pesar mais do que a sabedoria e a honra (Ecl. 10:1), e como também basta uma só mosca morta para fazer exalar mau cheiro do unguento do perfumador (ibid.). Portanto, irmão, eu te exorto a não ter nenhum prazer tanto em ouvir como em cantar estas canções. Cantemos e ouçamos antes as canções espirituais que exaltam o amor de Deus por nós, ou o nosso amor por Deus, porque assim fazendo nos sentiremos edificados. Sim porque estes cânticos cantá-los edificam, enquanto as canções de Modugno e de outros não edificam de maneira nenhuma, não conferem graça, não vivificam mas produzem morte. O fruto das concupiscências do mundo (e entre elas deve ser posta a paixão pelas canções mundanas) é a morte, não a vida, lembra-te sempre disto.



Índice