3. Em que consiste a apostasia que deve preceder a vinda do Senhor conforme está escrito aos Tessalonicenses: "Não será assim sem que antes venha a apostasia" (2 Tess. 2:3)? 


Consiste no abandono da fé por parte de alguns crentes. Paulo, com efeito, diz a Timóteo quanto se segue: "Mas o Espírito expressamente diz que em tempos posteriores alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demónios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras e têm a sua própria consciência cauterizada, proibindo o casamento, e ordenando a abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos com acções de graças pelos que são fiéis e que conhecem bem a verdade; pois todas as coisas criadas por Deus são boas, e nada deve ser rejeitado se é recebido com acções de graças; porque pela palavra de Deus e pela oração são santificadas" (1 Tim. 4:1-5).

Como podes bem ver, entre as doutrinas de demónios que abraçarão aqueles que apostatarão está a proibição do matrimónio e a proibição de comer certos alimentos. Certamente esta apostasia, depois que Paulo escreveu tanto aos Tessalonicenses como a Timóteo, se verificou no curso da história da Igreja porque houveram vários casos de crentes que até hoje apostataram da fé, e esta apostasia continuará a ser penso eu cada vez  maior à medida que o dia do Senhor se aproxima cada vez mais. Penso, na verdade, que pouco antes da volta do Senhor haverá uma apostasia sem precedentes na história da Igreja. Para explicar-te isto é como no caso do anticristo que deve vir, na verdade, não é que até agora não apareceram anticristos na terra, antes, houveram - e há ainda - muitos anticristos, mas nenhum deles era o anticristo que o Senhor destruirá na sua vinda com o sopro da sua boca porque este anticristo deve ainda vir e será pior do que todos os que existiram antes dele. Assim também pelo que concerne à apostasia de que fala Paulo aos Tessalonicenses, eu penso que se trate de uma apostasia sem precedentes na história da Igreja.

 

 

Índice