15. Todos os sábados reunimos alguns irmãos e falamos de assuntos da Sagrada Escritura o assunto desta noite é a INCARNAÇÃO. Ora te queria perguntar se há diferença entre a palavra INCARNAÇÃO e A PALAVRA SE FEZ CARNE?  


Irmãos, paz. Não, não há alguma diferença, porque quando nós afirmamos que a Palavra de Deus incarnou nos referimos ao facto de que a Palavra de Deus se fez carne ou tornou-se carne. Em outras palavras nos referimos ao facto de que na plenitude dos tempos o Filho de Deus, que estava desde sempre com Deus Pai, se fez semelhante aos homens, - ou seja, assumiu a natureza humana - e para fazer isto naturalmente teve que nascer também Ele de uma mulher. O seu nascimento porém foi miraculoso, porque Ele foi gerado no ventre de sua mãe (quando ela ainda não era casada mas só desposada) pelo Espírito Santo e não de semente de homem. O facto porém de o Filho de Deus ter assumido a natureza humana não significa que Ele cessou de ser Deus, lembra-te sempre disto, com efeito, Jesus Cristo nos dias da sua carne era tanto homem como Deus, isto é, Ele tinha tanto uma natureza humana como uma natureza divina.

 

 

Índice