2. Ouvi pessoas dizer que puderam falar com os seus mortos participando em sessões espíritas . Que há de verdade em tudo isto? Que diz a Bíblia a tal propósito?


Estas pessoas não falaram de modo nenhum com os seus queridos defuntos, mas se iludiram pensando ter falado com eles. O espiritismo de facto - isto é, a arte de evocar os espíritos dos defuntos para fazê-los falar com os vivos - é uma arte divinatória mentirosa gerada por aquele que é o pai da mentira, isto é, o diabo. 

Com quem falaram então estas pessoas que afirmam ter falado umas com o irmão, outras com a irmã ou a mãe ou o filho? Falaram inconscientemente com espíritos malignos ao serviço do diabo, que sabem falsificar ou imitar muito bem a voz das pessoas mortas evoc adas. Se certos cómicos conseguem imitar tão bem a voz de certos personagens do espectáculo ou da política, de tal maneira a fazerem ficar admiradas por vezes até as pessoas por eles imitadas; não creio que seja de ficar admirado se espíritos malignos conseguem fazer a mesma coisa com a voz dos homens. O fim naturalmente a que se propõem os espíritos malignos é o de enganar os vivos

A Bíblia condena o espiritismo, quer quem evoca os espíritos dos defuntos, quer quem vai consultar os espíritos. Está escrito de facto: "Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador , nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor; e por estas abominações o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti" (Deut. 18:10-12), e também: "Não vos voltareis para os que consultam os mortos nem para os feiticeiros; não os busqueis para não ficardes contaminados por eles. Eu sou o Senhor vosso Deus" (Lev. 19:31). 

O rei Saul foi morto por Deus também por ter consultado os espíritos, de facto, está escrito: "Assim morreu Saul por causa da sua infidelidade para com o Senhor, porque não havia guardado a palavra do Senhor; e também porque buscou a adivinhadora para a consultar, e não buscou ao Senhor; pelo que ele o matou, e transferiu o reino a Davi, filho de Jessé" (1 Cron. 10:13-14). 

Termino com as palavras do profeta Isaías: "Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus? acaso a favor dos vivos consultará os mortos? à Lei e ao Testemunho! se eles não falarem segundo esta palavra, nunca lhes raiará a alva. E passarão pela terra duramente oprimidos e famintos; e, tendo fome, se agastarão, e amaldiçoarão o seu rei e o seu Deus, olhando para o céu em cima; e para a terra em baixo, e eis aí angústia e escuridão, tristeza da aflição; e para as trevas serão empurrados" (Is. 8:19-22).

 

 

Índice