André Kole 'anda' sobre a água

  

 

 

 

Neste vídeo, Kole quer demonstrar que ele também é capaz de andar sobre a água.

Andre Kole é um ilusionista americano de fama mundial. Com base no que vem dito na Charisma Magazine ele é um Cristão nascido de novo. Assim é contada a sua conversão a Cristo. Ele tornou-se um mágico e após ter-se licenciado em psicologia na Universidade Estatal do Arizona em finais dos anos ‘50 montou uma companhia de ilusão que teve muito sucesso. Cedo, porém, descobriu que o sucesso mundano não lhe traria uma felicidade duradoura. Então Deus começou a revelar o caminho inusual que ele seguiria para encontrar Cristo. ‘Alguém me desafiou, eu que era um mágico e um céptico, a fazer pesquisas sobre os milagres de Cristo’, diz Kole. ‘Isto era importante porque Jesus dizia ser Deus. Para confirmar o que Ele disse em João 10:24-25: “Não credes nas Minhas palavras se não fizer os milagres que só Deus pode fazer’ (assim cita Kole estas palavras). Do ponto de vista mágico e psicológico, Kole suspeitou, tinha sentido que se os milagres eram verdadeiros então Jesus dizia a verdade. E por contraste ele esperava que se os milagres fossem demonstrados como falsos, então ele reconheceria que Jesus era o maior mágico de sempre. ‘A maior parte dos ateus procuram explicar os milagres dizendo que Jesus era apenas um mágico, que fazia simplesmente hábeis truques de magia’ explica Kole. O problema é – eu sou um mágico. Eu sei o que um mágico pode fazer e o que não pode fazer’. Kole pesquisou sobre os milagres de Jesus durante meses. Progressivamente ele eliminou toda a possibilidade de alguma forma de mesmerismo, hipnose e qualquer outro meio de engano. No fim ele concordou com aquele chefe dos Judeus de nome Nicodemos que disse a Jesus: “Ninguém pode fazer estes milagres que tu fazes, se Deus não estiver com ele” (João 3:1-2). Nessa altura Kole deixou de pôr em dúvida a autenticidade das afirmações de Jesus. Kole pensa que o ilusionismo seja um válido meio para comunicar o Evangelho ao mundo (compartilhou a sua fé – através dos seus ‘números de magia’ – com mais de 250 milhões de pessoas no mundo, em 76 nações; é convidado por muitíssimas Igrejas Evangélicas a realizar as suas ilusões). Kole afirma que todos os que neste mundo pretendem ter poderes ocultos na verdade não fazem mais que praticar o ilusionismo, porque ele – que diz não recorrer a poderes ocultos provenientes de Satanás – consegue fazer as mesmas coisas que os magos. Em substância, ele diz, que há simplesmente um truque por detrás destas pretensas manifestações sobrenaturais, não o poder do diabo!!! Em 2003 durante uma sua visita à Jamaica ofereceu 1 milhão de dólares ao pastor Donald Stewart se este lhe provasse que Satanás dá poderes sobrenaturais. Lê o artigo em inglês. O seu objectivo é, pois, o de desmascarar aqueles que sustentam ter recebido poderes ocultos por parte dos demónios.

 

Ora que alguns que dizem praticar as artes ocultas usam apenas truques para fazer o que fazem está fora de dúvida, mas está fora de dúvida também que muitos deles têm verdadeiramente poderes ocultos que procedem do diabo, porque a Escritura ensina isso. Pelo que aquilo que ele ensina é diabólico e muito perigoso, porque atribui qualquer forma de manifestação sobrenatural não procedente de Deus à habilidade dos homens. Para além disso há que dizer uma outra importante coisa, a saber, que um crente não pode de nenhuma maneira recorrer ao ilusionismo – isto é, a números de magia ou a truques que não precisam de poderes ocultos do diabo para serem exercitados mas apenas de uma grande habilidade – porque aos que os vêem são apresentadas coisas não verdadeiras, porque as coisas efectivamente não são como parecem. Em outras palavras, quem recorre a truques de magia recorre à mentira, a uma forma de mal, e um Cristão não pode usar nenhuma forma de mal ou mentira para apresentar o Evangelho. Jesus e os apóstolos fizeram verdadeiros milagres, que serviram para confirmar a sua palavra; esses sim deve-se usar – mas para fazê-lo naturalmente é preciso ter recebido os dons do Espírito Santo – não os números de magia que são só vaidade e mentiras. Portanto, mesmo admitindo que Andre Kole não use poderes ocultos (coisa que não excluo), as coisas que ele faz são mentiras, e portanto devem ser rejeitadas sem hesitação, porque o pai da mentira é o diabo, é ele o pai do ilusionismo não Deus.

 

 

Índice